*Cαrtαχiηhα*

Nova versao do blog em http://cartaxinha.blogspot.com Vejam por favor =)

sexta-feira, setembro 29, 2006

Dieta PFFUP06


Para começar esta dieta, há que levantar o rabinho da cama às 7h15. Nada diz dieta como a manhã (ou madrugada, como preferirem). Como acabaram de acordar e ainda estão a pensar que deviam era estar na cama a dormir, não têm fome nenhuma. Logo, um copo de leite e qualquer coisita que se trinque é o suficiente para começar a manhã (não esquecer de preparar o farnel para o meio da manhã!).
Depois de vestir a tshirt adequada (quanto à cor, há que aprender a gostar) e um par de calças velhas e confortáveis, está pronto para sair de casa, para o passeio matinal de 10 minutos até ao ponto de encontro com os outros praticantes da dieta inovadora (espírito de grupo, ou manada, é sempre positivo)...
Ao chegar, há que sentar nas escadas, acomodado entre os outros praticantes, facilmente identificáveis à distância pela tshirt. Eis que chegam os coordenadores: vestidos de preto, alguns com uma moca ou colher de pau (não é para bater em ninguém, apenas para assinalar a sua posição hierárquica).
E ora que começa o exercício... Tudo de 4 para meditar na vida e pensar no sofrimento da espécie humana, que ainda por cima não foi desenhada para estar de 4 mas sim de 2 (ou seja, em pé). Se mesmo assim nãochegar para avaliar os erros cometidos, temos sempre a posição de 3... Inspirar o aroma da terra para ajudar a meditar.
Existe também o treino mental, que inclui meditação de olhos baixos. Não olhar para cima exige muito auto-controle e treino mental, sendo este também um dos pontos centrais desta dieta, que não só é física, como espiritual e mental.
Quando se chega ao fim da manhã, há que almoçar... uma dieta muito equilibrada à base de arroz... Frango seco com arroz, peixe a nadar em azeite com arroz, jardineira com arroz (sim, é possível comer jardineira com arroz!), tripas à moda do Porto com arroz (que são tão boas que ficam todas no prato!) e ainda sopinha feita com o arroz que sobrou do dia anterior (no caso dos que não o levam dentro de saquinhos para tapar buracos na parede).
À tarde tem-se uma sessão de música espiritual, com palavras que nos tocam no coração. É extremamente importante a participação em todos os eventos, ou pode correr-se o risco de perder o espírito de grupo. Para um pouco mais de exercício temos sempre o precioso "Ri-me, fodi-me!", em que quem se ri, tem direito a fazer abdominais e a gritar ao mesmo tempo "Ri-me, fodi-me!".
No caso de não gostar da dieta, pode sempre tentar reclamar, o que é altamente improvável de conseguir pois provavelmente estará afónico e à base de Mebocaína Forte. Se não estiver, é porque não participou com fervor suficiente e a culpa é sua!

Para quem ainda não percebeu, o método PFFUP06 é a abreviatura de Praxes da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto 2006!!

sábado, setembro 23, 2006

E é para o Porto


Vou para o Porto. Vou para o Porto... Vou para o Porto! Não, por mais vezes que diga, não deixa de parecer estranho. Como é que uma pita como eu vai para a universidade? Enfim...
Ah e tal, e porque és jovem... Lá entrei para a minha primeira opção e tive direito ao smile aos saltinhos... Foi bonito. Mas é estranho. Vou para longe, vou para um curso superior, não tenho a minha maltinha comigo, não tenho a minha Pita comigo (isto ao fim de 14 anos juntas, estar assim longe dela é muuuuuiiiiiiiito estranho mesmo). Decididamente, estranho é a palavra certa neste momento.
Já me fui inscrever na segunda, e era só gente estranha até me aparecer a minha coisa mais maluca do Porto, também conhecida por Joana Dias =) Pois é, se não fosse ela eu estava abandonada por terras do Norte de Portugal. Tudo bem, ela mora a quilómetros de mim, mas sempre é uma presença das boas terras do Ribatejo, mais concretamente do Cartaxo.
Vou estar ali a morrer de saudades da minha malta de sempre... mas os fins de semana são nossos e isso ninguém nos pode tirar (excepto um teste ou exame mais complexo, que aí há desculpa... mas também é preciso aliviar a cabeça do estudo, não é?).
Bem, quem vier ler isto até pensa que eu não estou contente por ter entrado... Esclarecendo a coisa, eu pus-me aos pulos e aos gritos quando vi que tinha entrado para Ciências Farmacêuticas no Porto. Estou super-hiper-mega contente =P Mas como é já amanhã que me vou para terras do Porto está-me a dar a nostalgia...
Conclusão, ou isto hoje à noite no jantar da Decas dá para a choradeira ou para a parvoeira... Uma delas é de certeza. A propósito, parabéns Decas!! (não sei se vais ver isto, mas se vires, cá fica).
A Loira agora também está na universidade, mas em Lisboa. Como diz a minha Pita, este ano é que conhecemos Portugal inteiro!! A Janika ainda não sabe para onde vai, mas estou a torcer que consiga entrar para aquilo que mais quer. Já para não falar também da minha Pitinha... Só queria que entrasses miúda, mesmo! Acho que só se toda a gente entrar onde quer é que fico definitivamente feliz... Eles merecem todos aquilo que mais desejam, não há ninguém que mereça tanto como eles, que sei que se esforçaram e deram o máximo. E além disso são meus amigos, por isso têm prioridade! =)

quarta-feira, setembro 06, 2006

"Eu estou aqui" - Boss AC

Fomos à Festa de Pontével ver Tara Perdida e Boss AC e ouvi esta música lindíssima. Adorei mesmo e tinha de vir cá parar... Cá vai:

You can call me,
I’ll be right there
You can call me,
I’ll be right there
You can call me,
I’ll be right there

Não tenho muito mas o pouco que tenho é teu
Se mais ninguém te ouvir tu sabes quem te ouve sou eu
E quando tiveres triste, com falta de um amigo
Fecha os olhos não temas porque eu vou estar aqui contigo
Eu sei que pensas muitas vezes que queres fugir
Eu sei que gritas e não tens ninguém para te acudir
Vida madrasta nada corre como a gente quer
Tens que enfrentar o destino para o que der e vier
Ao meu alcance faço tudo o que puder para ti
Peço desculpas pelos erros, sei que os cometi
Não vou julgar-te porque também eu posso ser réu
Não vou julgar-te porque tem te julga está no céu
Quero que saibas que podes contar com o meu amparo
Amizade pura é um sentimento cada vez mais raro
Conto contigo para fazeres o que faço por ti
E quando nada correr bem eu estou aqui

Se precisares de mim eu estou aqui
Quando quiseres falar eu estou aqui
Se te faltar um amigo eu estou aqui
Se precisares de alguém eu estou aqui
Se precisares de mim eu estou aqui
Quando quiseres falar eu estou aqui
Se te faltar um amigo eu estou aqui
Se precisares de alguém eu estou aqui

Tantas as coisas que juntos fizemos tu e eu
Custa a crer mas a verdade é que o tempo correu
Nem sempre é fácil às vezes frases magoam
Sem deixar mágoas porque amigos são os que perdoam
É quando se vê quem é amigo de quem, no mal e no bem
Sentindo desdém rodeado de gente sem nunca ter ninguém
Alguém para falar, sempre pronto a escutar
A mão que se estende, a mão que te ajuda a levantar
Quem te corrige quando tu não sabes o que é certo
Quem te dá água quando te perdes nalgum deserto
Sempre por perto sempre pronto para chorar ou rir
Quem te conhece e sabes quando tu estás a mentir
Não sou perfeito mas sabes que sou sincero
Nunca te esqueças de mim aqui é tudo o que eu quero
E espero que nada nem ninguém nos faça separar
Conto contigo, comigo podes sempre contar...
Eu estou aqui

Se precisares de mim eu estou aqui
Quando quiseres falar eu estou aqui
Se te faltar um amigo eu estou aqui
Se precisares de alguém eu estou aqui

You can call me, I’ll be right there
You can call me, I’ll be right there