*Cαrtαχiηhα*

Nova versao do blog em http://cartaxinha.blogspot.com Vejam por favor =)

segunda-feira, dezembro 25, 2006

Dias que nos põem a pensar


Há coisas que põe uma pessoa a pensar...
Estive aqui a pensar depois da nossa mini-conversa de hoje (há tanto tempo que não falávamos...) e cheguei a uma conclusão estranha... Tu nunca foste parte presente na minha vida, nem eu na tua... No entanto, sempre estivemos ali um para o outro... Nunca precisámos de fazer aquela conversa do dia-a-dia, até porque não havia grande coisa a falar, mas quando era preciso, sabíamos a quem recorrer...
Durante um certo período de tempo não falámos grande coisa, afastei-me um pouco de ti, por pura estupidez... Contudo, quando "aquilo" correu mal, foste dos primeiros a pôr-te na linha da frente por mim, a defender-me apesar de todos com quem te davas me acharem completamente fora, apesar de "ele" te ter tentado pôr contra mim... Acima de tudo, apesar de eu não te ter ligado o que devia durante dois meses... E mesmo assim tu estavas ali.
Não era toda a gente que faria isso... E aí subiste na minha consideração e prometi a mim mesma que "no matter what" estaria ali sempre para ti como também estiveste para mim...
As nossas vidas passaram por muitas coisas diferentes desde que nos conhecemos (ou melhor, desde que nos sentámos lado a lado naquela aula e começámos a falar)... Cada um com a sua vida em paralelo com o outro, cruzando quando era preciso... Uma espécie de amizade à distância, estando nós tão perto...
As conversas iam fundo, bem mais fundo do que provavelmente esperávamos ir quando começávamos a falar... Mas é esse o grande lado da nossa amizade... Não há entraves, não precisamos de saber o dia-a-dia para adivinharmos quando estamos mal, quando o outro precisa de alguém que ouça, não temos entraves quando precisamos de abrir a nossa alma, não temos medo do ridículo que possa parecer cada palavra. Porque não é preciso... Porque nos compreendemos... Porque não precisamos dizer todas as palavras para dizermos tudo.
Tenho só uma palavra para ti: obrigada.
PS: Em Fevereiro prometo que teremos direito à tão prometida Frize ;)

1 Comments:

  • At dezembro 26, 2006 2:02 da manhã, Anonymous Jorginho said…

    Olá maninha* :)

    Obrigado por teres comentado o meu blog ultimamente e por teres vindo a tornar-te na pessoa que todos gostam de ter ao lado, não só para dar apoio mas pela simples companhia com que tu acaricias uma pessoa e a fazes sentir bem. A tua presença é realmente significativa para quem te rodeia e podes estar certa que a vida te vai trazer muita coisa boa no futuro!

    Não posso comentar este post muito precisamente por não conhecer a situação, mas ainda posso abordar perfeitamente o que escreves de forma tão curta mas expressiva! Creio que lendo isto também posso dizer que terei passado recentemente por uma situação semelhante ao que descreveste e é incrível como às vezes encontramos uma pessoa que faz algo por nós que muita gente não faria. Provavelmente, um exemplo que também te inclui é o facto de outro dia quando foste para o Cartaxo eu te fui levar até ao teu banco dentro do Alfa Pendular, onde tu própria disseste que toda a gente não faria o que eu fiz. Acredito que talvez tivesses razão ao dizer isso, até porque sei que há muita gente que prefere estar sentada no sofá em frente à lareira ou ao aquecedor de cobertor por cima dos joelhos a ver televisão ou até mesmo a estudar o que quer que seja, do que perder parte do seu tempo para auxiliar alguém de quem realmente gosta e que merece a nossa preocupação e tempo. Foi por isso que eu fiz o que fiz e fui ter contigo e pousei os livros de Biologia Celular em cima da secretária para agarrar o passe, o telemóvel e o casaco que estavam do outro lado do quarto.

    Porque tu merecias que alguém fizesse isso por ti. Não por ser eu e tu teres feito alguma coisa por mim que eu precisasse de pagar, porque sei que se tivesse sido isso, me iria sentir ainda mais na obrigação de o fazer. Mas sim, porque tu tinhas de ter alguém ao lado para te conduzir e te fazer a vontade, para poderes ter tudo o que querias contigo a viajar para o Centro do país. Consegui ver bem o sorriso que esboçaste na tua face quando me viste em frente à paragem do autocarro, depois de eu te dizer que estava meio perdido e não sabia onde era a tua casa. E não digo isto para me gabar de mim próprio e de te ter ido ajudar, mas sim para me gabar da colega? Não.. Amiga? Também.. Irmã? Também.. Companheira do futuro? Também.. Para me gabar da pessoa que completa todos estes parâmetros e que tem vindo a alegrar todos os dias por ser tão amiga de ajudar e por estar sempre a sorrir, independentemente da ocasião. Tu mereces :) E sabes bem que o merecias naquele dia!

    Um beijinho grande* Também sabes que te adoro :p Eheh*

    Jorginho!

     

Enviar um comentário

<< Home